Tendências

O Novo Luxo. A nova tendência do mercado.

Enfim começamos de fato 2020 e podemos dizer algumas verdades: nesse pé de virada de década, não pensar em sustentabilidade está fora de moda. O novo luxo é a mais nova tendência do mercado da moda e você precisa saber como isto pode afetar as suas escolhas de consumo.

Investigamos um grande movimento que está de mãos dadas com os novos processos da moda. O novo luxo ou luxo contemporâneo bate à nossa porta e nada mais é que a reformulação da moda de luxo mundial. A tendência democratiza o uso de peças conhecidas por valores absurdos para uma cultura que valoriza o processo como um todo. Desde as escolhas mais inteligentes de tecidos, a produção local, experiência do consumidor e sustentabilidade. 

Como resultado desse movimento, temos o processo circular que tanto precisamos dentro da indústria da moda e em outras áreas também. Uma vez que, com a sustentabilidade envolvida no processo, é possível cuidar de cada passo da confecção, desde a compra dos tecidos até o descarte do produto já confeccionado. 

A passarela do novo luxo

Nas últimas semanas de moda que acompanhamos, verificamos diversas marcas que apostaram nessa tendência e causaram surpresa no público. Uma dessas marcas foi a do estilista Marc Jacobs (que leva o seu nome), o qual sempre teve como assinatura o exagero e extravagância, chocou a todos com peças de visual simples e processos produtivos pensados na sustentabilidade, com coleção marcada por tecidos como a alfaiataria, as lãs e sedas lisas

Uma das principais características do novo luxo é a personalização da compra, tornando a experiência do consumidor um dos pontos fortes dessa tendência.

Marc Jacobs, NYFW Fall 2020

Sendo assim, trouxemos também o exemplo da marca de Londrina que é vanguarda nos produtos regionais do novo luxo: a marca Isabela Pagnan que conta em 2020 o seu aniversário de 3 anos e que nasceu após o seu trabalho de conclusão de curso de Design de Moda.

Uma das suas principais características é a utilização de tecidos leves, como os crepes, que definem o visual “clean” de suas coleções. 

Isabela, fundadora e diretora criativa da marca, hoje trabalha com uma forte campanha apegada à produção baseada no novo luxo e fala nas suas redes sociais sobre a tendência, “o novo luxo é menos sobre ostentação e mais sobre preocupação sustentável”. 

Isabela Pagnan - o novo luxo
Isabela Pagnan

Por fim, podemos dizer que as maneiras de usar o luxo ultrapassa o consumo para ser uma tendência de comportamento. Afeta as formas como nos relacionamos com o corpo e com o mundo, não só destacando os processos da indústria da moda, como também o estilo de vida mais saudável.

Sobre o autor

Designer de moda, estilista, ilustradora e escritora nas horas vagas. Faz maratona de desfiles de moda e sedentária na vida real. Taurina barroca com ascendente em câncer, pra ser mais fofa, às vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *